Em seus 81 anos de história, a ACISA sempre esteve ao lado do comércio, da indústria e do prestador de serviços, apoiando o desenvolvimento da cidade, a geração de empregos e o fomento econômico regional.

Por isso, promove campanhas de incentivo ao consumo local em todas as datas sazonais, como Dia da Mães, dos Pais, dos Namorados, das Crianças e Natal.

Nos últimos 5 anos, foi realizada com sucesso a Campanha Show de Prêmios ACISA, com sorteio de carros e motos 0Km, TV’s, bicicletas, vale-viagens, entre outros prêmios.

Neste ano, a Campanha Natalina da ACISA será focada ainda mais na conscientização dos consumidores de Santo André para que comprem na cidade. Afinal, aqui tem tudo que se precisa, com muita qualidade, variedade e economia.

Valorizando o Município, todos ganhamos. Asseguramos aqui mais riquezas, benefícios e maior qualidade de vida a todos os cidadãos andreenses.

Compre em Santo André. Aqui tem tudo que você precisa!




Confira como foi a 19ª edição do Espetáculo de Natal


Dia 07

• Utinga
• Santa Terezinha
• Camilópolis
• Pq. das Nações
• Pq. Novo Oratório
• Pq. Erasmo Assunção

Dia 13

• Centro

Dia 21

• Bairro Jardim
• Vila Pires
• Vila Luzita

Dia 23

• Vila Assunção

Fotos do dia 07



Fotos do dia 13

Fundação e ocupação


O nome do município remonta à antiga vila de Santo André da Borda do Campo, que existiu na região do Grande ABC. Esta vila foi fundada por João Ramalho, que se uniu à índia Bartira, filha do cacique Tibiriçá, da tribo dos Guaianases. Em 8 de abril de 1553, o seu pedido de transformar a região em que vivia em Vila foi atendido pelo governador-geral Tomé de Sousa

Em 1558, Ramalho passou a governar a vila como alcaide-mor. Em 1560, devido às rivalidades entre os padres jesuítas de Piratininga e o alcaide, além dos conflitos com os povos indígenas da Confederação dos Tamoios, o governador-geral Mem de Sá decidiu transferir a vila para os campos de Piratininga, onde, desde 1554, já se localizava o Colégio de São Paulo - erguido no atual Pátio do Colégio.
O povoado que viria a constituir a cidade de Santo André surge com a inauguração da estação de trem São Bernardo, da Estrada de Ferro Santos-Jundiaí, em 16 de fevereiro de 1867. Esta estação se situava na então Freguesia de São Bernardo, vinculada à cidade de São Paulo. Atualmente esta estação é denominada Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André.

Em 1889, a freguesia de São Bernardo se emancipa de São Paulo, tornando-se um município que abrangia todo o território da "Região do Grande ABC, que corresponde a Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

Ao longo dos anos, vários distritos foram criados no município de São Bernardo, os quais dariam origem a atuais cidades da região. Em 1896 é criado o Distrito de Paz de Ribeirão Pires e em 1907 é criado o Distrito de Paz de Paranapiacaba. Em 1916 é criado o Distrito de Paz de São Caetano e em 1934, é criado o Distrito de Paz de Mauá.

O nome "Santo André" ressurge em 1910, com a criação de um distrito às margens da São Paulo Railway ou Estrada de Ferro Santos Jundiaí. Nesta época, a região constituía o Bairro da Estação, do município de São Bernardo. A seguir, por força da Lei nº 1.222-A de 14/12/1910, é criado o Distrito de Paz de Santo André, compreendendo o Bairro da Estação.

Em 1938, o interventor federal Ademar de Barros determina, pelo Decreto nº 9.775 de 30/11/38, que o Distrito de Santo André passa a ser a sede do município, e não mais a vila de São Bernardo, o que se justificaria pela maior prosperidade do Distrito de Santo André, em virtude da proximidade com a ferrovia. O próprio nome do município é alterado para Santo André e a antiga sede municipal passa a ser considerada como o Distrito de São Bernardo, que posteriormente reobtém sua autonomia, em 1944.

Principalmente na época de maior demanda das indústrias metalúrgicas e de componentes, o sindicalismo no ABC Paulista, em especial nas cidades de Santo André, e São Bernardo do Campo, marcou a história política brasileira entre as décadas de 1970 e 1980. Com auxílio de alguns padres e bispos católicos, quando os metalúrgicos eram acuados nas manifestações pela polícia na época da ditadura, as portas de algumas igrejas católicas se abriam para abrigá-los. O ex-bispo da diocese de Santo André, dom Cláudio Hummes, ex-cardeal arcebispo de São Paulo, foi um dos religiosos a apoiar o sindicalismo na época.
Santo André situa-se a uma altitude média de 760 m acima do nível do mar. Seu relevo, bastante acidentado nas regiões mais afastadas do centro, proporciona um belo espetáculo aos olhos dos ecoturistas. Está também inserido na região dos Planaltos e Serras do Atlântico Leste-Sudeste, possuindo áreas territoriais próximas à Serra do Mar. Devido a esse fator, alguns pontos do município atingem mais de 1 200 m de altitude.

Áreas verdes


Entre os parques, há o Parque Celso Daniel, na Avenida Dom Pedro II, no Bairro Jardim, e o Parque Central, na Rua Gamboa, no bairro Paraíso. O Parque Prefeito Celso Daniel era uma chácara pertencente à empresa General Electric. Encampada pela administração municipal, a chácara chamou-se Parque Duque de Caxias e depois Parque Prefeito Celso Daniel em homenagem ao prefeito assassinado em janeiro de 2002. Possui pistas para caminhadas, lagos com peixes, quadras poliesportivas e uma atração especial: uma figueira enorme com mais de 150 anos.

O Parque Central era um terreno muito extenso pertencente à Rede Ferroviária Federal e depois à Light, antiga companhia de energia elétrica do estado de São Paulo. Milhares de árvores, garças e outras aves, cinco lagos com peixes, pistas para caminhadas, ciclovias, parque de diversões para as crianças, espaço para aeromodelismo e uma concha acústica para espetáculos musicais são o destaque do parque.

Para as crianças, há também o Parque Regional da Criança "Palhaço Estremilique", na região da Avenida Itamarati, no segundo subdistrito de Santo André. O local conta com brinquedos para várias idades e em especial para menores no Projeto Guri. Também fica no parque a EMIA (Escola de Municipal de Iniciação Artística), que oferece cursos gratuitos para várias idades em diversas expressões artísticas.
A cidade conta ainda com uma associação voltada ao estudo e à divulgação das espécies vegetais da família das orquídeas, a Sociedade Orquidófila de Santo André - SOSA. Fundada em 1° de maio de 1956, foi reconhecida como de utilidade pública pela Prefeitura Municipal em 1982 e é a principal organizadora do Festival de Flores de Santo André, que faz parte do calendário de festividades em comemoração ao aniversário da cidade.

Seus principais Centros Comercias estão localizados nos bairros do Centro, Jardim, Assunção, Vila Pires e Vila Luzita. No 2º Distrito os Centros Comerciais estão em Utinga, Santa Terezinha, Camilópolis, Parque das Nações, Paque Novo Oratório e Parque Erasmo Assunção.





Fonte: Wikipédia